get

Policial se emociona ao encontrar o corpo do delegado.

O delegado titular da 18ª delegacia de Camaçari (a 41 km de Salvador), Clayton Leão, foi assassinado na manhã desta quarta-feira. No momento do crime, a vítima se dirigia à delegacia e concedia uma entrevista ao vivo a uma rádio da cidade. Ele morreu no local e não chegou a ser socorrido.  Antes de assumir a 18ª delegacia, em Camaçari, no final de 2009, Clayton Leão Chaves, 33 anos, se destacou como coordenador do Grupo de Repressão a Roubo a Estabelecimento Financeiro (GRREF), do COE (Centro de Operações Especiais), onde atuou durante quatro anos. Desde que tomou posse, Leão realizava um trabalho de enfrentamento ao tráfico de drogas na cidade.  O delegado participou da Operação Pégasus, que efetuou dez prisões em no município. A operação foi deflagrada em dezembro do ano passado com o objetivo de cumprir 22 mandados de busca e apreensão e 19 de prisão. A principal missão da operação foi desarticular uma quadrilha de roubo de cargas e veículos que atua nas estradas baianas.