Pessoas Felizes vivem mais


Enquanto uma expressão carrancuda precisa de 46 músculos para se formar, o sorriso só usa 17. E as gargalhadas freqüentes, segundo uma nova pesquisa, podem nos acrescentar até sete anos de vida.

Cientistas da Wayne State University (EUA) analisaram 230 fotos de jogadores de beisebol de 1952 e descobriram que os mais sorridentes viveram até os 79,9 anos, enquanto os mais sérios chegaram, em media, aos 72,9.

Se estivermos felizes, comemos o que é mais saudável, nos exercitamos mais e melhor e investimos nos relacionamentos. Pessoas negativas tendem a ter uma vida social ruim. Mas o sorriso fingido não conta: o estudo verificou que os sete anos de vida extra só aconteceram para quem era genuinamente feliz.